Segundo o Houaiss, TRABALHO é: sm. fis. grandeza que pode ser definida como o produto da magnitude de uma força e a distância percorrida pelo ponto de aplicação da força na direção desta (τ); esforço incomum; luta, lida, faina; conjunto de atividades, produtivas ou criativas, que o homem exerce para atingir determinado fim; atividade profissional regular, remunerada ou assalariada; qualquer obra realizada (manual, artística, intelectual etc.).

6 de outubro de 2007

ET... telefona... casa


Assunto de hoje: ufologia, profissão não regulamentada. Segundo o Código de Ética do Ufólogo, cabe a um perito, estudar, pesquisar e emitir seu parecer sobre casos ufológicos dentro de suas especialidades (perito em análise de solo, análise de fotografia etc).

Se você ainda está perdido, é bom esclarecer: UFO é a sigla em inglês para “objeto voador não identificado” (OVNI). Como ninguém recebe salário para exercer essa atividade, o estudo do tema acaba ficando em segundo plano, e os ufólogos sobrevivem com outras profissões. Além do fato de lutarem contra as críticas e a descrença com relação ao seu trabalho.

No entanto, mesmo não sendo uma profissão reconhecida, para aqueles que acreditam e querem realmente se aprofundar no assunto, já existe em algumas faculdades o curso de ufologia. Dentro da área, o curso mais conhecido é ministrado pela Universidade de Aconcágua, no Chile. Em seis meses, com aulas pela Internet, os alunos têm matérias como, Metodologia Científica, Aeronáutica, História da Ufologia, Astroarqueologia, Fotografia, Análise de vídeo, entre outras.

Mas a ufologia tem também seu lado humanitário. Além de pesquisas, cabe a um ufólogo ajudar pessoas que sofreram traumas psicológicos em decorrência de contatos com possíveis OVNIS.

Mas o que os ufólogos querem mesmo é que a ufologia seja reconhecida e levada a sério pelos governos, pois, para eles, é necessário que todos tenham acesso a informações sobre os UFOS. E é isso que a Comunidade Ufológica Brasileira defende em seu Manifesto da Ufologia.


Sites Relacionados:
www.cubbrasil.net
www.ufo.com.br
http://www.ufologia.org

2 comentários:

Ana Paula Cabral disse...

6 meses? Aulas pela INTERNET!?! Vou virar ufóloga e "viajar" bastante

Anônimo disse...

Não sei pq a Ufologia não é levada a sério?! não é muito egoísmo pensarmos sermos únicos no universo?